Grécia pela primeira vez: confira as dicas e o que você precisa saber!

Grécia pela primeira vez: confira as dicas e o que você precisa saber!

  Um País repleto de belezas naturais, que vai da histórica Atenas com bairros bem interessantes e um dos museus arqueológicos mais importantes do mundo, às belezas das fantásticas ilhas gregas, cercadas por alguns dos mares mais famosos da Eu
Conheça um pouco do tesouro da Itália - Cinque Terre

Conheça um pouco do tesouro da Itália - Cinque Terre

O "tesouro da Itália", assim podemos chamar Cinque Terre. Um destino localizado na Região da Liguria. É um parque nacional Italiano, tranquilo e especial para relaxar, sem a agitação das grandes cidades.    Dentro de Cinque Terre existem cin
Conheça a Ilha Pituã, em Vila Velha. Um paraíso bem próximo de você!

Conheça a Ilha Pituã, em Vila Velha. Um paraíso bem próximo de você!

*Colaboração: por Juliana Morgado     O dia começou cedo. O desafio era seguir até a Ilha Pituã, na Praia de Itapoã. A ilha está fazendo sucesso na região.   Foto: Pepe Silva   Para chegar até lá é possível ir de barco ou nad
Conheça Morro de São Paulo; veja só as dicas!

Conheça Morro de São Paulo; veja só as dicas!

  Sem dúvida, esse um dos destinos mais cobiçados da Costa do Dendê, na Bahia, é Morro de São Paulo, com apenas quatro praias bem exploradas e duas ruas principais com uma vila que fica bem agitada durante a noite.   O mais curioso é que
O Carnaval do Brasil começa aqui; confira a programação!

O Carnaval do Brasil começa aqui; confira a programação!

Nesta sexta (29), começa o Carnaval de Vitória 2016 e já que abrimos o todos os anos o Carnaval do Brasil, dessa vez não será diferente, a folia promete agitar o Sambão do Povo, em Vitória. Confira a programação completa abaixo:Abertura dos
Orlando: os melhores restaurantes - 7 de 7

Orlando: os melhores restaurantes - 7 de 7

E para finalizar a nossa série de posts sobre os parques de Orlando, separei dicas de bons restaurantes fora de Downtown Disney. Vejam só:     Red Lobster – Frutos do Mar 9892 International dr South // Tel: (407) 363.0399 1257 State Ro
Orlando: os melhores lugares para compras - 6 de 7

Orlando: os melhores lugares para compras - 6 de 7

Compras em Orlando Os Outlets Premium, são os mais visitados de Orlando, são abertos e possuem uma grande variedade de lojas com descontos incríveis.   Crédito: Divulgação   Orlando Premium Outlets 4951 International Drive  Orlando
Orlando: um passeio no reino da magia - 5 de 7

Orlando: um passeio no reino da magia - 5 de 7

Parques Universal     Island of AdventureO parque possui atrações cheias de efeitos especiais para todas as idades. Na entrada do parque está Port of Entry uma área repleta de lojas e restaurantes. Por lá estão o Marvel Super Hero Island
Orlando: um passeio no reino da magia - 4 de 7

Orlando: um passeio no reino da magia - 4 de 7

Sea WoldO SeaWorld é o parque onde você pode apreciar várias espécies marinhas e aprender a importância da preservação. Além disso, possui vários espetáculos com os animais marinhos. Durante os shows que o parque oferece diariamente, voc
Orlando: um passeio no reino da magia - 3 de 7

Orlando: um passeio no reino da magia - 3 de 7

Downtown DisneyUm enorme complexo com diversas lojas e restaurantes temáticos, ótimo para passear, ver gente e fazer compras. Possui três áreas, o Marketplace, Pleasure Island e West Side, com o Cirque du Soleil.   Crédito das fotos: Ca
Orlando: um passeio no reino da magia - 2 de 7

Orlando: um passeio no reino da magia - 2 de 7

  Hollywood Studios   Hollywood Studios - É o terceiro parque temático construído em Walt Disney World Resort inaugurado em 1º de maio de 1989.É um parque onde todas as suas atrações são dedicadas ao cinema e a televisão. Também é d
Disney: um passeio no reino da magia!

Disney: um passeio no reino da magia!

Milhões de turistas visitam Orlando todo ano em busca dos seus mais de dez parques gigantescos com atrações para solteiros, crianças, casais, famílias, idosos e um público de todas as idades, sem nenhuma restrição. A cidade tem inúmeras op
Comemore o Carnaval em um Cruzeiro para o Nordeste

Comemore o Carnaval em um Cruzeiro para o Nordeste

Que tal comemorar o Carnaval em um cruzeiro? No Brasil, a data não pode ser passada em branco. A maior parte das cidades recebe diversos foliões e organiza festas de todos os tipos.   Uma opção que foge do tradicional e pode tornar parte do se
Natal luz de Gramado

Natal luz de Gramado

    Pensou em Natal, pensou em Gramado! O Natal Luz mais famoso do país! Natal luz de Gramado está completando 30 anos e traz mais de 500 apresentações dentre show, desfiles, paradas, musicas e muito mais. É uma ótima viagem para quem quer
Espírito Santo: conheça Domingos Martins e Pedra Azul

Espírito Santo: conheça Domingos Martins e Pedra Azul

    Dando continuidade ao tour pelas belezas do Espírito Santo, não podemos esquecer de falar dos queridinhos das montanhas: Pedra Azul e Domingos Martins!   O Espírito Santo encanta pela diversidade, não é um lugar só de sol e praias. A
Explorando a Noruega: Geiranger

Explorando a Noruega: Geiranger

Dando continuidade à esta viagem pela Noruega narrada pelo querido Fabrício Toscano, vamos conhecer um pouco mais sobre Geiranger!  "O percurso de carro até Geiranger já é uma atração por si só.   As paisagens parecem ter saído de um

O "tesouro da Itália", assim podemos chamar Cinque Terre. Um destino localizado na Região da Liguria. É um parque nacional Italiano, tranquilo e especial para relaxar, sem a agitação das grandes cidades. 

 

Dentro de Cinque Terre existem cinco pequenas cidades, também chamadas de vilas, são elas: Riomaggiore, Manarola, Corniglia, Vernazza e Monterosso. Tem gente que arrisca a conhecer todas de uma só vez! É bem bacana ir de uma cidadezinha a outra pelas trilhas que as interligam.

 

Riomaggiore - Imagem retirada da Internet

 

Riomaggiore é bem pequena, com cara de vila de pescador. Manarola é um pouco maior que Riomaggiore e tem vários restaurantes. O forte são os frutos do mar. Corniglia é a menor e com características de cidade medieval. Em Vernaza tem uma praça central com muitos restaurantes agradáveis. Monterosso é a mais antiga, que tem mais estrutura com diversos hotéis e a única que tem praia.

 

Manarola - Imagem retirada da Internet

 

Corniglia - Imagem retirada da Internet

 

Corniglia - Imagem retirada da Internet

Diferentes de muitos destinos que possuem praias, as baías de lá são bem diferentes umas da outras e com várias ilhotas no meio do mar. A chegada até Cinque Terre pode ser de barco, trem e carro, mas eles devem ficar em estacionamentos especializados, já que os veículos são proibidos além da entrada das vilas.

 

Corniglia - Imagem retirada da Internet

Como o local está atraindo muitos visitantes, o Governo da Itália, planeja cortar o número de turistas. Segundo as autoridades, há riscos da área costeira ser  destruída pelos carros que passam por lá, e por isso, as estradas que levam até a área serão equipadas com dispositivos para medir o número de pessoas em direção às aldeias. Uma vez que um determinado número for atingido, o acesso será fechado.

 

Monterosso - Imagem retirada da Internet

 

O que está se falando é que a decisão já começa a valer durante o próximo verão do Hemisfério Norte, e que inclusive, os ingressos serão vendidos com antecedência online e um aplicativo criado para turistas vai mostrar qual das vilas é a mais lotada do momento. Mas por enquanto, tudo é apenas uma ideia  que não foi colocada em prática e que provavelmente será pouco provável que aconteça.

 

Se você pretende conhecer o Japão, a terra do sol nascente, com a terceira maior economia do mundo e com a mais alta tecnologia, vai ver que o País tem muito mais a oferecer do que robôs, sushis e samurais. O Japão tem a fama de ser um país caro, mas fazendo as escolhas certas, é possível gastar pouco e aproveitar os melhores pontos que o lugar oferece. 

 

 

A sua capital, Tóquio, é a mais limpa e organizada do planeta, com uma concentração de excelentes restaurantes. Existe uma infinidade de bons pratos e casas de cozinha francesas e italianas com chefs e sommeliers premiados. Pra quem é fã dos fast-foods, as lojas são facilmente encontradas até em pequenas cidades.

 

Em Tóquio, o que não falta são lugares para conhecer. Relaxe em um cruzeiro de 40 minutos pelo Rio Sumida. Durante o passeio você vê prédios, parques e tudo à beira do Rio. Um guia acompanha os turistas contando as histórias dos lugares durante o percurso.

 

Uma curiosidade em Tóquio são as frutas. Na cidade não existe feira como no Brasil. A gente encontra frutas no supermercado ou em lojas, onde o preço é bem caro. São artigos de luxo e compradas até para dar de presente com embalagens caprichadas. 

Um ponto que pede uma visita por transmitir paz e espiritualidade, é o Jardim Japonês, um parque típico do Japão, com lagos, cachoeiras e muitas espécies de plantas. Algumas peças de teatro e recitais de música também são realizadas no local. Os lagos são cheios de peixes coloridos.

O Santuário Meiji Jingu, por onde passei para conhecer, foi totalmente destruído durante a Segunda Guerra Mundial. Anos depois, graças aos donativos recebidos de todo o país, ele foi reconstruído. O santuário xintoísta, religião nativa do Japão, fica cercado por um bosque e ao seu redor é tudo bem calmo e silencioso.

 

Outra dica é ir até o Templo de Sensoji, também conhecido como Asakusa, templo budista mais antigo de Tóquio. Além do título de mais antigo, é também o templo mais bonito da cidade. Um enorme caldeirão de incenso que fica no local, faz parte de um ritual dos japoneses, que espalham a fumaça pelo corpo e se purificam antes de entrar no templo.

 

 

Quando ir?

O verão, de junho a agosto, costuma ser muito quente e chove bastante, mas é exatamente nesta época que acontecem os principais festivais. O outono é muito agradável, principalmente em novembro, quando bosques e jardins ganham tons de vermelho, amarelo e laranja.

Se locomover no Japão não é difícil. Os trens japoneses são conhecidos como Shinkansen. Além de rápidos e pontais, são os meios de transporte mais populares no País. Existem linhas entre todas as grandes cidades, como Tóquio, Kyoto, Osaka, Hiroshima e Nagasaki, com diversos serviços e partida e chegada no centro de cada lugar.

 

Hakone

A cidade de Hakone, no Japão, é uma das mais próximas do Monte Fuji e um dos melhores lugares para quem quer ver a montanha de perto, fazer passeios pelos lagos, cachoeiras e curtir a natureza.

A maior parte de Hakone fica nas fronteiras do Parque Nacional com um vulcão ativo. O parque é um dos destinos mais populares entre os turistas, principalmente pelo colorido, pelas fontes termais e vista para o Monte.

 

O lago Ashi, também é uma grande atração turística. Embarcações especiais levam os turistas às extremidades do lago. Os visitantes podem admirar as paisagens que por sinal são lindas!

 

A subida ao Monte Komagatake de teleférico também vale a pena. Lá de cima dá para apreciar a vista do Lago Ashi e das montanhas ao redor.

 

Ah, não dá para deixar de citar os famosos ovos pretos de Owakudani, região cheia de saídas de vapores sulfurosos e piscinas borbulhantes. Por lá, o Kuro Tamago, como são chamados os ovos pretos, alimento bem popular, são cozidos nas águas vulcânicas com enxofre e por isso tem a cor escura. O cheiro de enxofre que não é muito bom, mas reza a lenda que cada ovo ingerido prolonga a vida da pessoa por sete anos!

 

 

 

 

As curiosidades do Japão não acabam por aqui, durante a semana vou falar um pouco mais sobre as outras cidades do País e dicas para você que sonha em conhecer a cultura japonesa! Não deixe de acompanhar também o meu Instagram (@ivanaruy). 

 

 

Japão: Hiroshima, Miyajima e Osaka

Terça, 21 Julho 2015 21:48

Neste último post sobre o Japão, começo falando sobre uma cidade de Hiroshima.

 

Hiroshima é daqueles lugares que mesmo com o passar dos anos, será para sempre lembrado por uma tragédia. A viagem à cidade começa bem com uma visita ao Parque Memorial da Paz, onde está um museu com os escombros das construções destruídas pela bomba atômica durante a Segunda Guerra Mundial, monumentos em homenagem aos mortos pelo ataque nuclear, fotos, vídeos, depoimentos de sobreviventes, maquetes e objetos.

 

 

 

 

O lugar comove a maioria dos visitantes. É um passeio essencial para quem quer conhecer mais sobre esse período da história mundial, por lá é possível entender tudo o que aconteceu na cidade no passado.

 

Durante todos os anos, no aniversário do ataque, os moradores colocam lanternas de papel flutuantes iluminando as águas ao redor do parque.

 

 

Uma pequena ilha que fica bem perto de Hiroshima e que também impressiona é Miyajima. É sem dúvida um dos cenários mais bonitos do Japão, com templos, lojas e vista do Mar de Seto do alto do Monte Misen. Para chegar até a ilha é fácil, um trem vai de Hiroshima até Miyajima e de lá, uma barca leva os turistas até a ilha.

 

O destaque da gastronomia de Miyajima são as ostras!

 

 

 

 

 

Durante a minha visita na ilha, eu pude acompanhar de perto até um casamento, bem curioso por sinal!

 

 

Osaka

 

Outra cidade que também deve entrar no roteiro da viagem para o Japão é Osaka. Por lá, conheci o Umeda Sky Building. Um edifício de 173 metros com duas torres e no meio duas escadas rolantes suspensas. No topo é possível apreciar uma vista impressionante. No prédio funcionam escritórios e restaurantes.

 

 

 

 

 

Um lugar muito bacana é o Aquário de Osaka, também chamado de Kaiyukan.  Fica na Baía de Osaka, no distrito de Minato. São vários tanques, cada um representa uma região específica do Pacífico. A visita começa no 8º andar, um passeio em andar por andar em volta do tanque central.

 

 

 

 

O Castelo Símbolo da cidade de Osaka, está localizado dentro do Parque Público: Osaka-jō kōen. São oito andares, sendo três subterrâneos.

 

Ele é uma reprodução do edifício original, pois foi bombardeado na Segunda Guerra Mundial. Em cima de um bloco de pedras, dentro dele, existe um museu, com toda a história do Castelo e da cidade.

 

A série de posts sobre o Japão acaba por aqui, mas já estou preparando várias dicas e outros destinos super bacanas para vocês. Fiquem de olho aqui no blog e acompanhem!

 

Localizada em Santa Catarina e apelidada de Beverly Hills brasileira, a cidade de Florianópolis atrai turistas de todo os cantos do mundo atrás das diversas praias perfeitas, festas super badaladas, boa gastronomia e diversão. É possível explorar trilhas, fazer passeios de barco, praticar esportes radicas e curtir a noite.

 

 

 

 

O Centro da cidade é sinônimo de história. Por ser pequeno, é possível ser explorado a pé. O passeio inclui uma visita no museu histórico, caminhada nas ruas de comércio da região e uma volta nas feirinhas, tanto de frutas quanto de artesanatos no Largo da Alfândega, uma grande praça em frente ao edifício da antiga alfândega da cidade. O Mercado Público de Florianópolis também é bem movimentado com um dos bares mais famosos da cidade. Um dos cartões postais de Florianópolis é a Ponte Hercílio Luz, que fica logo na entrada. Ponto de encontro dos que buscam a boa forma, a Avenida Beira Mar ganha vida no final do dia. É durante o pôr-do-sol que o movimento de esportistas aumenta.

 

 

 

 

 

Ao norte da cidade estão as mansões milionárias, os lounges e a agitação de Jurerê. O lugar é considerado um bairro nobre e fica cheio de jovens e personalidades. A praia de Jurerê é o maior atrativo do bairro com areias claras e águas esverdeadas. Os beach clubs, como Parador 12, Taikô,  Café de La Musique, os bares, são todos internacionalmente famosos pelas festas com gente bonita, champanhe, sol, mar e música eletrônica. As principais praias de Floripa são a Praia Mole, Joaquina e a badalada de Jurerê.

 

 

 

 

 

Cercada por montanhas, a Praia Mole está entre as melhores praias de Florianópolis. É o point onde os jovens aproveitam o dia praticando esportes e relaxando no mar. Os bares e restaurantes também são muito bons.

 

 

Para quem curte surfar, a praia da Joaquina é conhecida por sediar os campeonatos de surf.  Mas não é só surf no mar não! Tem surf na areia também, rsrs. As dunas da região permitem a prática do sandboard e a diversão é garantida.

 

 

 

No coração da cidade, tem a Lagoa da Conceição, um lugar ótimo para fazer caminhadas, passeios de lancha, escuna e caiaque. O centrinho da Lagoa é a opção perfeita para quem quer badalação à noite.

 

A melhor época para ir é no verão, onde que a coisa “acontece”. Como em Floripa, o turismo está voltado para as praias, é nessa época, que a água está na sua melhor temperatura, logo é um período bom para viajar. No inverno, a média é de 17°C, quem viaja nessa época deve estar preparado para pegar um friozinho.

O Réveillon e o Carnaval são períodos comemorativos bem procurados, com queima de fogos e blocos de rua, é uma agitação total!

 

 

 

Fiquem de olho nas próximas dicas que darei aqui no blog e acompanhem!

 

 

 

Mini Wedding a bordo de um navio

Sexta, 06 Novembro 2015 16:30

 

 

Você que acompanha tudo aqui no blog, já viu a dica de Mini wedding em Punta Cana, de lua-de-mel em destinos nacionais e internacionais, de Mini wedding no Club Med Rio das Pedras e por aí vai...No post de hoje, separei uma sugestão de Mini Wedding a bordo de um cruzeiro. O post também saiu no blog da Larissa Puppim - Peguei o Bouquet. Vejam:

 

 

Clique aqui e confira o post na íntegra! Gostou? Em breve darei mais algumas dicas de destinos para Mini-wedding e lua de mel. Acompanhe!

Espírito Santo: conheça Nova Almeida

Segunda, 07 Dezembro 2015 16:34

 

Em busca de águas calmas, muitas famílias procuram Nova Almeida que fica no município da Serra. O principal ponto turístico é a Igreja dos Reis Magos, no alto de uma colina, à 40 metros de altura e com uma vista panorâmica para o lugar. No segundo andar, antigas celas abrigam exposições temporárias. A história da Igreja é de fé, trabalho e também de lutas. Quando os jesuítas escolheram o local para construir, foi com o objetivo de proporcionar uma visão geral do local, com uma boa locomoção para as outras aldeias pelo litoral, o que facilitava o trabalho de catequização dos índios e uma fuga fácil no caso de invasão.

 

 

O movimento maior de turistas se concentra na Praia Grande, a dois quilômetros do Centro, com bares, restaurantes, quiosques, pousadas e muitas castanheiras. Os passeios de barco e pesca submarina são atividades comuns na área. Para descansar, a pedida é a praia das Barreiras, mais deserta, selvagem e contornada por rochas e falésias, onde geralmente é praticado o voo livre. 

 

  

Na Praia de Nova Almeida, as águas são quentes e rasas no verão. Já no inverno, ocorrem ressacas, que ocasionam ondas fortes e perfeitas para a prática de surf. 

 

A manifestação cultural típica da região é o congo que marca presença nos festejos da cidade, em especial na "Puxada do Mastro", que acontece no dia de São Benedito e na procissão marítima de São Sebastião.

 

 

 

Restaurantes

Ninho da Roxinha

 

Com uma vista privilegiada da baía de Nova Almeida e Praia Grande, o Ninho da Roxinha é uma casa rústica que serve carnes exóticas, massas e um espaço de lazer enorme para crianças. Endereço: Rua do Limão, 350, Nova Almeida.

Linhares

História, artesanato, cultura e gastronomia são os pontos fortes de Linhares. Hoje é a cidade com maior extensão litorânea e territorial do estado. Além disso, está na rota do desenvolvimento com empresas nacionais e internacionais de grande porte se instalando na região.

Além das belezas e das riquezas naturais, a cidade une o lazer com o negócio. Linhares está na rota do desenvolvimento com empresas nacionais e internacionais de grande porte, oferecendo diversas oportunidades. Os investimentos nas áreas de petróleo, as indústrias, o pólo moveleiro e o agronegócio tem gerado um constante desenvolvimento.

 

Foto: Bruno Sibilio/ Prefeitura Municipal de Linhares

 

O que fazer

Praia de Regência

Está a 51 Km da sede de Linhares. O acesso é pelo trevo da BR 101, do distrito de bebedouro. A Praia possui uma área de desova de tartarugas marinhas com a base do Projeto Tamar. A maioria dos visitantes são surfistas em busca de boas ondas e famílias que querem conhecer o Projeto.

 

Foto: Bruno Sibilio/ Prefeitura Municipal de Linhares

 

Museu Histórico de Regência

O objetivo do Museu que foi fundado em 2000, é contar a história dos personagens e das tradições culturais do local como o congo e de histórias como a do Caboclo Bernardo e Botocudos.

O acervo é composto por fotos, painéis, textos e documentos contando as histórias da região. Do lado de fora do museu, está instalado sua obra mais conhecida, a cúpula do farol do rio doce, famosa construção do século 19. Nos fundos do local, encontra-se um viveiro de plantas medicinais.

 

Foto: Bruno Sibilio/ Prefeitura Municipal de Linhares

 

Reserva Natural Vale do Rio Doce

A Reserva possui 23 mil hectares de Mata Atlântica, por lá é possível encontrar restaurantes, piscinas, saunas, salão de jogos, sala de TV, campo de futebol. Também é possível se hospedar no local.

 

Lagoa Juparanã

Foto:  Prefeitura Municipal de Linhares

É a maior lagoa em volume de água doce do Brasil e também principal cartão postal da cidade de Linhares. Ao seu redor estão mais de quarenta praias, a maioria dentro de propriedades privadas. O acesso é pelo km 137 da BR 101 norte, a 10 km do centro da cidade. As praias possuem restaurantes, bares, eventos culturais e barcos para passeio.

Praia Pontal do Ipiranga

Localizada a 45 Km da sede de Linhares. A vegetação predominante na região é a restinga um dos ecossistemas mais preservados do ES, é também o habitat das tartarugas marinhas que todos os anos migram a esta praia para se reproduzirem.

Barra Seca

A única praia de naturismo do Espírito Santo é a de Barra Seca em Linhares, no Norte do Estado. Ela entra no ranking nacional de melhor praia para a prática de naturismo. A distância é de 54 Km da sede de Linhares, seguindo pela estrada do Pontal do Ipiranga. É que a praia fica em uma ilha e o acesso é feito somente através de barcos ou canoas da associação local de naturistas, o que garante a total privacidade aos banhistas.

Com cerca de apenas 5000 habitantes, o acesso à Barra Seca é fácil. Saindo de Vitória, são 120 km pela BR-101 até Linhares, mais 50 km de asfalto numa planície repleta de fazendas de gado e outros 8km de terra. São 10 km de praia totalmente deserta!

A praia está aberta à visitação durante todo o ano, mas no verão e no carnaval o movimento aumenta. Na praia tem churrasqueira, quatro banheiros, chuveiros e área para camping.

Todas as pessoas podem conhecer a praia de Barra Seca, mas é preciso preencher alguns requisitos, como ter boa conduta e tirar a roupa. A entrada é franca, mas como fica em uma ilha, o turista tem que pagar a quantia de R$ 5 pela travessia de barco.

 

Urussuquara

Urussuquara é sem dúvida uma charmosa praia localizada entre as cidades de Linhares e São Mateus e que começa a ganhar espaço na rota dos destinos brasileiros.

Um lugar ótimo para descansar, tranquilo e muito romântico, que oferece um visual incrível. A praia de Urussuaquara é marcada pelas restingas, dunas e manguezais. É um lugar ótimo para quem pratica o surf e a pesca, com temperaturas, ventos e ondulações perfeitas isso.

O Rio Ipiranga corre ao lado da praia e é boa opção para um banho de água doce.

 

Itaúnas

Itaúnas é uma pequena vila ao norte do Espírito Santo. Fica próxima à divisa com a Bahia e pertence ao município de Conceição da Barra. A Vila de Itaúnas é uma tranquilidade e mantém as tradições, com uma igrejinha na praça, casas simples, pousadas rústicas, poucos carros e uma comida caseira deliciosa.

Nos anos 80, a praia soterrada por montes de areia fina devido ao desmatamento, foi descoberta pelos mochileiros e ainda hoje continua preservada. Durante o verão na Vila de Itaúnas, é normal sair à noite descalço nas ruas de terra, o que torna o lugar ainda mais rústico. Além disso, é invadida por jovens e as ruas de terra ganharam pousadinhas, bares e casas de forró, aonde o som vai até o amanhecer.

O Rio Itaúnas passa por oito municípios do estado, que formam sua bacia hidrográfica e dentro de alguns quilômetros de extensão, está o Parque Estadual de Itaúnas. Junto ao mar, ainda alimenta e ajuda na formação de um grande manguezal.

 

 

O que fazer

As dunas que atingiam 30 metros de altura com suas areias soterraram a vila entre os anos 50 e 70. Mas a vila renasceu do outro lado do Rio Itaúnas. A criação do parque estadual garantiu que as suas praias fossem protegidas. No local também está presente o Projeto Tamar, que cuida da preservação de tartarugas marinhas.

A dica é fazer caminhadas, cavalgadas e passeios de jipe, bugue e bike. Não pode deixar de guardar energias para o forró. O arrasta-pé começa depois da meia-noite na vila, mas durante o dia, também dá para curtir nas barracas da praia. Os tours pelo parque estadual duram o dia inteiro e levam à Riacho Doce e à Costa Dourada. As cavalgadas costumam ter Riacho Doce como destino e duram cerca de três horas.

 

O forró é um ritmo tão característico do local, que a vila é cenário do Festival Nacional de Forró todo ano e reúne bandas de diversos estados.

Como já vimos nos posts anteriores, o Espírito Santo reserva mesmo muitas belezas. Você já deve ter escutado falar nas Três Santas: Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina e Santa Teresa. Esses municípios são marcados por tradições.

Começamos por Santa Maria de Jetibá com a cultura trazida pelos pomeranos. O Museu da Imigração Pomerana conta detalhes da história dos colonos da região. O visitante pode conferir ainda a Pedra do Garrafão e a Barragem do Rio Bonito, localizadas entre um conjunto de picos que formam belas paisagens nos pontos mais altos do município.

 

Crédito: Prefeitura de Santa Maria de Jetibá

 

Já a 51 km de Vitória, a também integrante da Região dos Imigrantes, Santa Leopoldina, é uma pequena cidade que guarda histórias. A região tem forte influência européia, pois foi toda colonizada por estrangeiros. É possível notar pelos traços das construções das praças, igrejas, escadarias e monumentos. Na culinária também, junto com as festas e músicas típicas.

Um destaque na região é o Museu do Colono, um dos maiores acervos culturais do Espírito Santo. São aproximadamente 600 objetos entre móveis, fotografias, louças, instrumentos, documentos e por aí vai. Para quem gosta de aventura, o município oferece belas cachoeiras.

Os atrativos naturais de Santa Leopoldina são o que encantam. As cachoeiras, os rios, e as cinco rotas turísticas: Circuito Colônia Tirol, Circuito das Cachoeiras, Circuito dos Cemitérios, Circuito Gastronômico e Rampa de Voo Livre. A cidade é ideal para passear com a família e para praticar o raffting. Bares, restaurantes, pousadas e hotéis-fazenda também entram na lista de opções.

 

 

Crédito: Prefeitura Municipal de Santa Leopoldina

 

Crédito: Prefeitura Municipal de Santa Leopoldina 

 

Crédito: Prefeitura Municipal de Santa Leopoldina

 

Pra finalizar o trio de municípios, está Santa Teresa. Essa é a terra dos descendentes de italianos que chegaram no final do século passado. A cidade é cercada de montanhas e conhecida como Cidade dos Colibris, devido a grande quantidade do pássaro e aos estudos do cientista Augusto Ruschi. No local existe o Museu Mello Leitão, fundado pelo cientista, onde se concentram muitos estudos sobre a fauna e a flora da região. Na gastronomia italiana encontramos as massas, os biscoitos, licores e vinhos. O clima do lugar é super agradável.

 

Crédito: Prefeitura Municipal de Santa Teresa

 

Crédito: Prefeitura Municipal de Santa Teresa

 

Crédito: Prefeitura Municipal de Santa Teresa

 

O município de Santa Teresa é o maior produtor de uva e vinho do Espírito Santo, representando 80% da produção estadual.

 

O que fazer

Casa Lambert

Foi construída por dois irmãos e imigrantes italianos. Hoje funciona como Museu, contando um pouco da história da Família Lambert e da imigração italiana no Município. Funciona de quinta a domingo. Horário: 9h às 12h, 13:30h às 17h. Valor: R$ 2,00 (inteira).

Rua de Lazer

Localizada no centro da cidade, por lá ficam várias casas da época da colonização. Além da história, hoje é uma ótima opção de lazer e de gastronomia.

 

Rampa de Voo Livre

Situada a 900m de altitude, seu acesso é feito por 9 km de rodovia sem asfalto. Próxima ao local de observação do vale tem a Igreja Nossa Senhora do Caravaggio.

 

Reserva Biológica Augusto Ruschi

Área de 04 mil hectares, situada em Alto Santo Antônio, a 7 km do Centro. É aberta a visitas somente para fins de estudo e pesquisa, com agendamento. É dotada de infra-estrutura administrativa, Casa de Apoio para Pesquisadores e Centro de Vivência para Educação Ambiental.

 

Uma das mais representativas áreas de preservação da mata atlântica fica em terras capixabas e é chamada de Serra do Caparaó.E também localizado na Serra do Caparaó, na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, fica o Parque Nacional do Caparaó, um dos destinos mais procurados pelos adeptos do montanhismo no Brasil e onde abriga o terceiro ponto mais alto do País, o Pico da Bandeira, com 2.892 metros de altitude.

A maior parte do parque está no Espírito Santo, onde 80% pertence ao Estado.O parque também tem vários picos como o do Cruzeiro, o Pico do Calçado com 2.849 metros, o Pico do Calçado Mirim e o Pico do Cristal, com 2.770 metros que fica no território mineiro.Os atrativos são mirantes, vales, cachoeiras, piscinas naturais e trilhas com diferentes níveis de dificuldade. As principais levam ao Pico da Bandeira e permitem ao visitante conhecer outros atrativos e lugares que guardam grande beleza.

 

 

O Pico da Bandeira é um dos pontos mais frios da região Sudeste. As temperaturas no pico podem chegam a até -10°C, sendo que no inverno as geadas são diárias.Subida diurna no Pico da Bandeira: Este roteiro tem uma duração média de 8 horas, A saída da Tronqueira, local até onde vai o carro a 2.000 metros de altitude, é ás 8 horas da manhã.O pico é atingido por volta de meio dia.

 

Subida noturna no Pico da Bandeira: o almoço é ao meio dia em Alto Caparaó e a saída da Tronqueira é às 14 horas , em duas horas de caminhada chega-se ao Terreirão. Monta-se acampamento e aprecia-se o pôr-do-sol a 2.400 metros. Para o pacote completo de guia e transporte, os “Anjos da Montanha” oferecem para os clientes uma refeição quente e nutritiva (sopão da Montanha) especial para repor os sais minerais. Depois de um descanso de, em média, 5 horas, os guias preparam o Chocolate da Madrugada, e às 2:30 da madrugada parte-se rumo ao Pico, que é alcançado depois de uma caminhada de aproximadamente duas horas e meia. Uma hora depois do nascer-do-sol, inicia-se a descida que dura de 3 a 4 horas até a Tronqueira, a chegada é ás 11 horas da manhã. A chegada em Alto Caparaó é em torno do meio dia.

 

 

Vale à pena o passeio!

 

Chega de andar com aqueles mapas de papel nas viagens e de ficar "colado" atrás dos guias. Viajar ficou muito mais fácil. Com a ajuda de aplicativos é possível organizar tudo e ainda facilitar a vida na hora do sufoco. Vejam só a lista dos mais baixados que separamos para vocês:

 

- Trip Advisor

Crédito: Divulgação

Esse é bem popular. O Trip Advisor oferece dicas e indicação de roteiros, hotéis, restaurantes, passeios e ainda mostra as avaliações das pessoas que já estiveram nesses lugares. Vale a pena quando estamos em dúvida sobre algum lugar. É gratuito e está disponível para iOS e Android.

 

- TripIt

Crédito: Divulgação

Nesse aplicativo é possível checar o horário do voo e rastrear as reservas. Ele acessa as informações pelo email e cria um roteiro com os dados mais importantes sobre a viagem. Pode ser acessado até off-line. Tem a versão gratuita e paga. Disponível para iOS, Android e Blackberry.

- Free Wi-fi

Esse app é o sonho de consumo dos viajantes e te dá o caminho para encontrar redes gratuitas em varias cidades do mundo. No mapa da cidade ele mostra onde estão às conexões abertas mais próximas. Também é gratuito para iOS e Android.

 

- Fieldtrip

Crédito: Divulgação

Este aplicativo funciona como um guia turístico. É só ativar o sistema de localização do Google, que o app indica os locais, pontos turísticos e até restaurantes e boates mais próximos. É gratuito. Disponível para iOS e Android.

 

- Mundi

Além do Kayak , o mais conhecido, o Mundi é uma outra alternativa para pesquisar preços de passagem aéreas e hotéis. A busca pode ser feita por preço, categoria ou avaliações de outros usuários. É gratuito, mas apenas para iOS.

 

- Convertizo 3

Crédito: Divulgação

É possível fazer conversão de moeda, temperatura, medidas, energia e outras funções. É útil naqueles momentos que precisamos saber qual o tamanho do sapato ou o valor da moeda local. Também é gratuito para iOS e Android.

 

- Packing Pro

Esse é o aplicativo das listas. Nele você já pode deixar preparada uma lista para sua mala de praia, montanha, viagem de fim de semana, viagem para esquiar e por aí vai. Ele organiza tudo isso, mas é pago e está disponível apenas para iOS.

 

- Mtrip

Para quem adora guias, esse app disponibiliza guias de várias cidades, com pontos turísticos, restaurantes, bares, eventos e hotéis, com avaliações e preços. O MTrip é gratuito, mas os guias de cada cidade precisam ser comprados para acessar. Ainda assim, vale o conforto de não precisar carregar livros. Está disponível para iOS e Android.

 

- AllSubway

 

Crédito: Divulgação

 

 

Esse aplicativo facilita bastante a vida quando precisamos ler o mapa da estação, decidir onde descer, ou fazer as baldeações, pois podemos visualizar o mapa das cidades e usar as informações offline. É pago e apenas para iOs.

Novidades

Receba nossas novidades diretamente em seu e-mail.

Conheça + Destinos